Opinião * Simplesmente Irresistível - Rachel Gibson

23:55 Babi Mac 0 Comments

Título Original: Simply Irresistible
Autor: Rachel Gibson
Série: Chinooks Hockey Team #1
Gênero: Chick-Lit
Ano: 2012
Páginas: 392
Editora: Jardim dos Livros
Tradutor(a): Leila Kommers

Esse foi o primeiro livro da autora Rachel Gibson que eu li. E eu gostei bastante da primeira impressão que ela me passou. Já tinha ouvido falar bastante dela, mas a vontade realmente só apareceu quando vi o livro em promoção na Fnac Virtual ;)
   Gosto de livros de ficção que mostrem personagens reais, com defeitos e qualidades. Com medo, erros e arrependimentos. E nesse livro, Rachel fez de tudo para o clichê - adoro essa palavra - ser menos clichê. E eu adorei o resultado.

   Em 1976 no Texas, Georgeanne Howard era apenas uma criança com dificuldades na escola. Sem nunca ter conhecido seu pai, e sua mãe ter a abandonado quando era pequena, a avó foi a única coisa que ela teve por muito tempo. Georgie cresceu com dislexia, que na época era tratada como burrice, e não doença. Sem saber o que fazer, a avó coloca a menina numa escola de etiqueta.
   E nesse momento a autora nos leva ao ano de 1989, quando um ato impensado traz grandes mudanças na vida da personagem.
   O noivo rico que poderia ser seu avô, é largado no altar por Georgeanne. Pensando que o dinheiro não traria a felicidade que estava procurando, a mulher não se arrepende.
   E no mesmo instante, um astro de hóquei e empregado do até então noivo de Georgie, John Kowalsky, ajuda a mocinha indefesa a fugir do casamente sem saber que ela é a noiva do seu patrão.
   Sem saber para onde ir e sem tempo para formar um plano concreto, Georgie pede um tempo e uma ajuda à John, esperando apenas um lugar para ficar.
   E é aí onde o clichê aparece! É óbvio que o sentimento romântico e/ou sexual iria rolar entre eles. E aí aparecem os diálogos hilariantes e cheios de energia que os dois personagens vivem.
   A mulher tagarela e o homem cafajeste. Juntos? Simplesmente Irresistível!
Os dois vão para caminhos diferentes e a relação de curto prazo fica no passado... Só que não.
   E é 7 anos depois que o enredo da história começa a ser contado. Por causa de um reencontro do destino, John descobre que a única noite de amor que teve com Georgie produziu Lexie. Uma garotinha animada, tagarela e esperta como a mãe, bonita e inteligente como o pai.
   Agora sabendo que é pai, John quer fazer parte da vida da filha mas Georgie o faz prometer de que será aos poucos para o bem de Lexie.
   O acordo é feito, e os dois acabam tendo que se encontrar em várias situações diferentes. O que eles não esperavam era que um sentimento maior do que atração começasse a reaparecer.
   Nessa hora adorei a escrita da Rachel Gibson. Fez com que eu risse, sentisse e me perdesse loucamente na história.
 
  Gosto de falar sobre os coadjuvantes, que nesse livro nem me chamaram muita atenção mas de alguma forma foram bem elaborados.
   Mae é a melhor amiga de Georgie e foi bem interessante acompanhar a guerra de gato e rato dela com o amigo do John. Um romance de segundo plano que foi gostoso de ler.

   Considero um grande acerto da Rachel escrever uma linha do tempo para a protagonista. Fez com que eu me apaixonasse mais por ela do que teria acontecido se não existisse esse flashback.

   Recomendo a leitura. O livro foi bem divertido!

0 comentários:

Olá, deixe seu comentário. Eu vou adorar responde-lo.